Cruzando o Caminho do Sol - Corban Addison



Cruzando o Caminho do SolNo livro Cruzando o Caminho do Sol, o autor Corban Addison narra a história de três pessoas: Ahalya, Sita e Thomas e nos surpreende com sua narrativa experiente e o tema abrangido no livro: tráfico sexual.

O livro começa com a apresentação de Ahalya e Sita, protagonistas da história e irmãs. Elas vivem na Índia e vivem uma vida tradicional de uma família de classe média. Perto do mar, as irmãs se sentem em paz, porém elas não desconfiaram que o mesmo mar que um dia pudera trazer tantas alegrias, em um momento pudesse aniquilar tudo e todos. Uma tragédia, num dia qualquer, um tsunami levara sua família, sua moradia e tudo que tinham. 

As irmãs se veem perdidas quando percebem que estão sozinhas e procuram por ajuda. É neste momento que elas precisariam saber em quem confiar, mas as circunstâncias fizeram essas duas meninas se cruzarem com uma pessoa cruel, a última pessoa na qual deveriam confiar. A partir dai Ahalya e Sita veem sua liberdade arrancada e se tornam prisioneiras de um mal muito maior do que imaginamos: o tráfico sexual

Enquanto isso, no outro lado do mundo, em Washington, o advogado Thomas Clarke passa por uma crise pessoal e profissional. Ele vê sua vida virar de cabeça para baixo quando sua mulher - Priya - deixa-o e parte para Índia, aonde vivem seus pais. Em consequência disso e de outros acontecimentos marcantes, ele resolve viajar para Índia, para trabalhar com uma ONG chamada Aces que tem como objetivo denunciar a exploração e o tráfico de pessoas.


A Aces, apesar de ser uma ONG fictícia, é muito parecida com algumas outras ONGS que tem como objetivo minimizar a exploração de pessoas. Digo minimizar, porque as chances de acabar com o tráfico sexual são mínimas, para que isso um dia pudesse acontecer,  antes de tudo as pessoas teriam que se conscientizar, pois o mercado não funciona sem seus clientes. 

"- Atualmente temos 25 meninas (...) Todas menores de idade. 
- Eu não quero parecer cínico - interrompeu Thomas -, mas existem milhares de prostitutas menores de idade nesta cidade. Duas dúzias não parecem muita coisa." 
- Uma vez, alguém perguntou à Madre Teresa como ela lidava com a pobreza mundial. Sabe o que ela respondeu? " Você lida com o que está na sua frente". (pg. 115)

No livro, os primeiros capítulos são dividos entre as irmãs e Thomas. Em um capítulo conta-se o que acontece com Ahalya e Sita, no outro mostra-se os acontecimentos envolvendo Thomas. Até que chega em um momento que a vida dos três se cruzam e os capítulos passam a contar sobre os três ao mesmo tempo.

É difícil escolher entre os três personagens, qual eu mais gostei e acredito que nem hei de escolher. Ahalya é uma das personagens mais fortes que eu já conheci, ela apesar de ter passado por situações desumanas, foi leal a sua irmã e se mostrou forte todo o tempo possível. Já Sita, é a inocencia em pessoa, apesar de ter presenciado alguns acontecimentos aterrorizantes; foi uma personagem que eu  gostaria de ter como irmã. Thomas, é a bondade em pessoa, quando a maioria não acreditava que ele conseguiria, ele não desistiu, ele é um dos personagens que eu mais admiro. 

"Sita fez uma promessa a Deus e à si mesma. Ela sempre se lembraria da irmã. Ela se lembraria da pessoa que ela foi e da Índia que conheceram antes de toda aquela loucura. O mundo podia roubar sua liberdade; podia acabar com sua inocência; podia destruir sua família e arrastá-los por caminhos para além de seu entendimento. Mas não podia privá-las de sua memória. Apenas tem esse poder, e Sita iria resistir a todo custo. O passado era tudo o que restava para ela". (pg. 229)


Apesar da história tratar de um assunto pesado, o modo como o autor descreveu as ações cruéis dos cafetões foi a mais adequada possível, ele não precisou citar os mínimos detalhes, mas nem por isso deixamos de entender o que está se passando na cena. Fiquei surpresa com a experiencia que o autor mostra ao falar sobre o assunto tráfico sexual e sobre as culturas citadas no livro, percebe-se que você feita uma pesquisa detalhada sobre os assuntos. Além disso, sendo seu primeiro livro publicado, me prendeu demais e particularmente foi o melhor livro que eu já li neste ano. Por isso recomendo. 

Veja o book trailer de Cruzando o Caminho do Sol:



Autor: Corban Addison
Titulo: Cruzando o Caminho do Sol
ISBN: 9788581630090
Selo: NOVO CONCEITO
Ano: 2012
Número de páginas: 448
Assuntos: ROMANCE

1 comentários on "Cruzando o Caminho do Sol - Corban Addison"

Amanda Péres on 28 de julho de 2012 16:23 disse...

Li esse livro esse mês.
Me apaixonei! Excelente leitura e que recomendo!
Acho que descreveu muito bem o que senti ao ler o livro... o autor tratou de um assunto pesado com maestria. Ótima resenha! ;)

Postar um comentário

 

Jovem Leitora Copyright 2010 ~ Designed by Rinda's Template ~ Inspired by Ipiet Template ~ Author by Your Name's Here :)